Presença de brises em edifícios residenciais

Nos últimos anos as construtoras estão cada vez mais preparando tecnicamente os apartamentos  para suportarem condensadoras de ar condicionado. Este fenômeno já ocorreu em regiões Norte e Nordeste do Brasil, porém atualmente vem se espalhando em todas as regiões.

brises-instalacao$$14113

Muitas deles estão criando espaços em cada apartamento para armazenamento de condensadoras. Alguns deles suportam até 4 condensadoras em pequenas ”sacadas” ou até mesmo próximo da região da janela da área de serviço ou cozinha.

fachada-estetica$$14114

Esteticamente, as condensadoras de ar condicionado modificariam toda a arquitetura do prédio, porém uma grande solução encontrada por arquitetos foi projetar brises (fixos ou móveis) para criar uma linearidade de cima a baixo do edifício. O brise sempre foi muito utilizado em construções comerciais, porém desta forma ele se adaptou muito a este cenário, pois como são elementos com espaço entre peças criam a ventilação ideal para estes aparelhos, não comprometendo tecnicamente o funcionamento.

Outro local que antes eram utilizados elementos vazados de concreto e está sendo substituído por brises é o estacionamento de edifícios residenciais trazendo modernidade a construção.

Brises ocultam condensadores de ar condicionado na fachada

Muito conhecidos em edifícios comerciais, os brises de alumínio 84F – da empresa Lumibrise – foram aplicados nas fachadas de prédio de alto padrão, garantindo visual dentro do especificado pelo projeto

Redação AECweb / e-Construmarket

a

Swindara Residence é um edifício de alto padrão localizado em Suzano, município de São Paulo. O empreendimento é constituído por uma torre de 13 andares – cada um recebe quatro apartamentos de 113 e 117 m² (três dormitórios – uma suíte – sala com dois ambientes, varanda gourmet e churrasqueira a gás).

A área comum compreende salão de festas, área fitness, piscinas (adulto climatizada e infantil), espaço gourmet com churrasqueira e forno de pizza, quadra, playground, praças, entre outros equipamentos que asseguram conforto e bem-estar aos moradores.

DESAFIO

Ocultar as janelas da área de serviço e os condensadores de ar condicionado com algum brise que existisse no mercado. O material deveria proporcionar resistência à intempérie e fácil manutenção, além de contribuir para o edifício ganhar o padrão visual estabelecido pelo projeto. Também era crucial contar com o apoio de um fornecedor que fabricasse os produtos e, também, disponibilizasse mão de obra para a instalação.

“Após definirmos que os brises seriam em alumínio, a grande implicação foi em relação a cor, que deveria ter o mesmo tom das pastilhas. Geralmente os brises são disponibilizados em cores padronizadas. Outra exigência era trabalhar com uma empresa que tivesse experiência na montagem desse tipo de material em prédios, garantindo a instalação adequada e a qualidade do produto”, relata Dirce Missae Matsuo Habu, coordenadora de projetos da Genea Incorporadora e Construtora, responsável pela obra.

b

SOLUÇÃO

O portfólio de obras e de produtos da Lumibrise trouxe segurança para o projeto especificar os brises de alumínio 84F. Eles foram instalados de modo afastado à parede, cobrindo as janelas da área de serviço e dos condensadores de ar condicionado. O fornecimento foi exatamente na cor que o projeto havia estabelecido.

“Os brises foram montados nas fachadas da frente e do fundo, atendendo todas as necessidades da obra. Foi possível criar uma simetria muito interessante, o que agregou ainda mais valor ao edifício. Como possuem microfuros, não bloqueiam a vista do morador. A qualidade dos produtos também foi um diferencial, além de ter garantia de cinco anos”, elogia Habu.

A equipe da Lumibrise forneceu aproximadamente 755 m² dos modelos 84F (45° para as janelas e 60° para as lajes) com agilidade e eficiência. Também cuidou da montagem dos materiais na obra em tempo suficiente para não comprometer os prazos escassos da obra.

c

DESCRIÇÃO DO PRODUTO

O Brise 84F 45°|60° é ideal para o bloqueio da incidência solar, garantindo privacidade e ocultação a espaços comerciais, industriais e residenciais. Além disso, o produto pode ser disposto de forma horizontal ou vertical. Recebe acabamento liso ou perfurado com dimensão de 2 mm x 5 mm. A manutenção dele deve ser feita periodicamente com um detergente neutro.

FICHA TÉCNICA DA OBRA

Local: Suzano (SP)
Data da obra (instalação dos brises): Início: junho de 2016 | Término: agosto de 2016
Proprietário da obra: Genea Incorporadora e Construtora
Contratante da obra: Genea Incorporadora e Construtora
Fornecedor: Lumibrise
Produto: Brise 84F 45°|60°

Novos brises no edifício Itália

12074917_920932677971834_4785855206955670477_n

Desenvolvidos sob medida, os brises do edifício Itália foram mantidos no mesmo formato dos iniciais entregues em 1965, porém com uma chapa de alumínio mais rígida (liga naval) e pintura eletrostática que permite maior durabilidade do material ao decorrer do tempo. A Lumibrise é a fornecedora dos novos brises do segundo maior prédio do Brasil em altura, o edifício Itália, no centro de São Paulo.

12141809_920929581305477_8939113128091090710_n

Senai Cubatão melhora conforto térmico nas salas de aula

Os brises são um elemento arquitetônico utilizado para impedir a incidência direta da radiação solar nos interiores de um edifício, de forma a evitar a manifestação de um calor excessivo. Além dos benefícios técnicos que possui para bloqueio de incidência solar, também contribui para a arquitetura do prédio, deixando a fachada sempre mais harmoniosa.

11181892_959986317399803_1039925785534240567_n10427265_959986314066470_4531940706113453634_n12400711_959986310733137_4136117935284695455_n

A fachada do Senai Cubatão ficou ainda mais completa com os brises em formato curvo acompanhando exatamente o formato dos prédios. Através de ”linhas quebradas” foi instalado o brise modelo 84F da Lumibrise nas fachadas curvas agregando ainda mais para a arquitetura do edifício e protegendo internamente dos raios solares.

Após a instalação dos brises a temperatura interna das salas de aula reduziu consideravelmente e inclusive algumas salas não utilizaram mais persianas e cortinas. O conforto térmico contribui muito para a maior absorção do aluno em relação ao conteúdo passado pelo professor.

 

O que é brise?

_dsc3186

O brise-soleil, ou ao pé da letra, quebra-sol, é um elemento arquitetônico que tem como função principal o controle da incidência de radiação solar na edificação.

Ele é formado por um conjunto de lâminas, fixas ou móveis, dispostas horizontal ou verticalmente, mas que precisam de minuciosos cálculos com cartas solares, do local onde será implantado, para que o resultado seja realmente eficiente.

Como implantá-los?

De um modo geral, levando-se em conta a posição do sol no hemisfério sul, existem algumas regras básicas para a instalação dos brises nas fachadas.

Para as faces leste e oeste, que recebem respectivamente o sol da manhã e da tarde, prefira os brises com aletas verticais. Já nas fachadas voltadas ao norte, que recebe sol durante todo o dia, mas numa posição mais a pino, prefira os brises horizontais. A fachada sul já não necessita tanto, pois tem uma incidência de sol muito menor.

Eficiência energética

Com todas as questões ambientais em destaque, a arquitetura redescobriu que elementos construtivos como o brise, oriundo da arquitetura moderna, são grandes aliados em projetos onde os custos com iluminação e ventilação artificial precisam ser minimizados.

Em um edifício de concreto, por exemplo, que pode produzir de 2º C a 4º C de calor, os brises, quando bem projetados, chegam a reduzir a incidência solar em quase 100%.
Imaginem então quanto desconforto térmico pode ser minimizado nas ilhas de calor das grandes cidades?

Manuais ou automatizados?

Nos grandes edifícios, onde torna-se inviável os ajustes manuais e periódicos das lâminas, conforme o posicionamento do sol durante o ano, a automatização dos brises é recomendada.

Já em residências e pequenos edifícios, esses ajustes podem ser feitos manualmente, mas sempre com a orientação de quem projetou o sistema, assim o brise desempenhará o seu importante papel com os resultados esperados.

Quem sabe esses incríveis elementos arquitetônicos não voltem com força total às nossas cidades, afinal temos sol na maior parte do ano e não precisamos seguir os padrões ditados por países com condições climáticas completamente diferentes das nossas.

Além do resultado estético que os brises podem oferecer, as vantagens, quanto à eficiência energética e conforto térmico, são enormes, o que fazem dessa solução um importante diferencial por uma arquitetura mais sustentável

A Item 6 Arquitetura conta com a parceria da empresa Lumibrise em seus projetos, portanto, entre em contato conosco para a orientação técnica e personalizada a seus projetos arquitetônicos, tanto residenciais, como corporativos ou industriais.